Editorial do Vermelho: Enchentes - o descaso público que constrói o cenário do desastre

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011 · 0 comentários

Coluna: Por uma política democrática e progressista da Reforma Urbana
P
or:
Alexandre Alves


Solidarizo com o editorial. É preciso repensar as cidades, o desenvolvimento e o chamado progresso, é imprescindível respeitar as leis da natureza, não se invalida a lei da gravidade com decreto. “A natureza nunca erra e sim os homens” A natureza não realiza catástrofes, a razão é que é deficitária. Milhares de Km2 de terra foram encoberto por asfalto, milhares de m3 de concreto edificam as cidades, sem levar em conta a compensação da absorção das águas das chuvas, sem levar em consideração a compensação dos níveis de água represadas por cidades montadas em aterro de rios e mangues... . As pessoas que por questões de classe passam a morar em encosta e que estão sujeitas a serem soterradas por deslizamentos que é um processo da dinâmica geológica e natural onde se agrega outros fatores decorrentes de práticas incompatíveis com o meio, são questões que evidencia a importância e necessidade de uma Reforma Urbana democrática e progressista.


* Alexandre Sérgio Alves é professor de Matemática, Física e membro da direção PCdoB em Olinda. E-mail: alexandresaf@gmail.com

O Secretário estadual da SECTMA Marcelino Granja, prepara metas para os primeiros cem dias do ano

· 0 comentários

Moradores da Região Metropolitana do Recife poderão ter acesso a uma internet de mais qualidade e com um custo mais baixo nos próximos meses. Pelo menos no que depender do novo secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Marcelino Granja.

O gestor, engenheiro civil por formação, afirmou que as primeiras ações do Plano Estadual de Banda Larga devem ser concluídas nesse período. ´Essa é uma das nossas metas para os primeiros cem dias do ano. Depois, iremos expandir o projeto para o restante do estado`, adianta.

O secretário, que assumiu a pasta no dia 03 de janeiro, informa que a lista de prioridades da pasta para este início de ano inclui ações relativas ao Parqtel. ´Estamos trabalhando para agilizar a desapropriação de um terreno que será usado por uma fábrica de placas de energia solar. O protocolo de intenções foi assinado e a instalação só depende da liberação do terreno`, informa Marcelino Granja.

Além dessas ações, a secretaria de Ciência e Tecnologia irá ancorar suas ações nos projetos de inovação, tendo mais uma vez o Porto Digital como carro-chefe, e de interiorização tecnológica. ´O tempero local em relação à política nacional de tecnologia é justamente o conjunto de ações voltadas para as cidades do interior. Há mais quatros centros tecnológicos para sair do papel. Todos têm o papel de otimizar os arranjos produtivos locais`, defende o secretário.



Fonte: Diario de Pernambuco

Reunião de Quadros

Agenda 65

Qual a sua avaliação sobre esses anos de gestão do PCdoB em Olinda?

Siga-nos Camaradas!

EXPEDIENTE

Sec.de Comunicação
Amanda Trindade
Textos
Núcleo de Jornalismo
Foto/Vídeo
Léo Lima/Comunicação
Webdesigner
Wellington Santos (HipHop)
Designer
Claudino Júnior

Melhor vizualização do blog

Firefox