Terremoto e tsunami arrasam cidades no Japao e destroi um complexo petroquímico em Sendai (Miyagi)

sexta-feira, 11 de março de 2011 · 0 comentários

Em qualquer caso de tragédia, cada minuto parece uma eternidade para os familiares que aguardam, angustiados, qualquer contato de alguém que pode ter sido vítima de eventos naturais, a exemplo do terremoto e do tsunami que atingiram o Japão na madrugada deste dia 11 de março. Há poucos minutos, a Polícia de Miyagi, principal área atingida pela tragédia, descobriu mais de 200 corpos em uma praia de Sendai. As primeiras informações indicam que as vítimas morreram afogadas pela onde de 10 metros que arrasou a região.

O terremoto de magnitude 8,9 atingiu a costa do Japão nesta sexta-feira (11), às 14h26 (horário local, 02h46 de Brasília), e foi seguido de um tsunami de aproximadamente 10 metros de altura, que arrasou a costa de Sendai (Miyagi) e causou a morte de pelo menos 60 pessoas. Outras 56 vítimas estão desaparecidas e os hospitais já receberam um total de 241 feridos. Segundo a imprensa local, a polícia de Iwate confirmou 10 mortes e outras três das vítimas eram de Tóquio, incluindo um homem de 67 anos, esmagado por uma parede, e uma idosa, atingida pelo teto da própria casa, que desabou, ambos na região. No entanto, a capital somente chegou a sentir reflexos do tremor, cujo epicentro foi localizado em a 100km da costa nordeste da ilha de Honshu, na região norte do país. De acordo com o Centro de Geofísica americano, USCG, este foi o sétimo terremoto mais violento da história. "Um terremoto desta magnitude tem o potencial de gerar um tsunami devastador, capaz de atingir a costa próxima em poucos minutos e regiões mais afastadas em questão de horas", indicou o USGS em um comunicado. SEgundo a agência nacional de polícia os danos foram muito grandes e demandará muito tempo até que as informações sejam reunidas.

No país, a mobilização agora é para coordenar as operações de resgate e contornar os danos causados em todo o Japão. As autoridades enviaram aviões e navios para a costa de Miyagi, área mais atingida pela catástrofe. Além de toda a rede de telecomunicações estar comprometida, o metrô de Tóquio também foi paralisado. A maior parte das escolas cancelou as aulas de hoje e, apenas na capital, cerca de quatro milhões de cidadãos estão sem eletricidade. Muitos deles estão ilhados e sem poder sair do próprio local de trabalho devido a inundações que também comprometeram completamente a zona portuária, que teve ainda navios emborcados que, com a força das águas, destruíram várias casas por onde passaram. Diversos incêndios foram registrados, o mais grave deles, na refinaria da cidade de lichihara, por isso, além de decretado estado de emergência por conta das águas, também foi decretado emergência nuclear no país.

Isolamento - A noite cai em Tóquio, no Japão, e a preocupação é ainda maior para quem está longe de casa na região metropolitana da capital. Com ruas alagadas e o metrô paralisado, muitas pessoas estão andando para casa com mantimentos comprados em restaurantes e supermercados que estão lotados. Desafio maior que se locomover, somente conseguir completar uma ligação, uma vez que o sistema de telefonia está caótico. Com a ajuda de auto-falantes e transmissões televisivas, o governo pedia à população que permanecesse perto de seus locais de trabalho e não se arriscasse a ir andando para casa. Muitas estradas tiveram o asfalto rachado pelo impacto e os hoteis estão lotados de gente em busca de quartos para passar a noite. "Por favor, não tentem ir para casa, pois não há meios de transporte. Fiquem em seus escritórios ou procurem locais seguros", indicava um alerta oficial transmitido pelo canal público NHK.

Repercussão - O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, por sua vez, incluiu em seu alerta o estado americano do Havaí, Austrália, Nova Zelândia e toda a costa sul e centro-americana no Oceano Pacífico. No Havaí, as sirenes de alerta começaram a soar às 09H59 (04H59 de Brasília) para ordenar a evacuação da zona costeira. A atriz Daniele Suzuki, que está grávida, está na ilha americana e informou do pânico na região pelo twitter: "A policia esta por toda parte com sirenes e dando avisos para evacuar a area. As pessoas na rua estao lotando os supermercados e postos de gasolina em busca de comida e agua... estamos tentando manter a calma", postou. As ondas estavam previstas para atingir a região às 10h, mas, até o momento não houve impacto registrado. Pela rede mundial de microblogs, onde os assuntos #tsunami e #Japao estão entre os mais comentados do dia, Ricardo Di Roberto, músico da banda CPM 22, afirmou que deixou o país, em direção aos Estados Unidos, apenas 10 minutos antes do primeiro terremoto atingir o Japão.

Nas Filipinas, as autoridades ordenaram nesta sexta-feira a evacuação total da costa do Pacífico, orientando a população a fugir para o interior. "Recomendamos insistentemente às pessoas cujas moradias estejam situadas perto da zona costeira sobre o Oceano Pacífico que sigam para o interior do território", indicou o Conselho de Gestão de Riscos Naturais em um boletim de emergência. Na Indonésia, as autoridades emitiram um alerta de tsunami para todo o leste do país, principalmente na Papua e nas Ilhas Molucas.

Tsunami - As tsunamis são causadas por terremotos submarinos e acontecem essencialmente nas zonas de fortes movimentos tectônicos, como algumas regiões do Pacífico e da Ásia. A onda da tsunami, nascida do choque sísmico de cima para baixo da massa oceânica, tem várias centenas de metros de espessura e ganha energia toda vez que bate contra o solo submarino. A velocidade de propagação de uma tsunami no mar beira os 800 km/h. Massas de água gigantescas baixam em profundidade ao longo das deformações do solo marinho, ao contrário das ondas comuns, que afetam apenas a superfície da água. Durante sua propagação no mar, uma onda perde muito pouca energia. Pode, portanto, percorrer distâncias consideráveis e destruir costas situadas a milhares de quilômetros de seu mecanismo gerador. Quando a onda se aproxima do litoral, a profundidade do mar diminui e provoca então um aumento de sua altura, que pode chegar a mais de 20 metros. Em 1960, um terremoto de 9,5 graus na escala Richter no Chile desencadeou uma tsunami devastadora que chegou ao Japão.


Serviço
Para informações sobre desaparecidos e estados de saúde de familiares
Consulado Geral do Japão em Pernambuco
Rua Pe Carapuceiro, 733 - Boa Viagem, Recife
Fone: (81) 3465-9115

Para falar diretamente com os representantes brasileiros no Japão sobre possíveis vítimas Embaixada do Brasil no Japão
Fone: 81 -(03) 3404-5211
E-mail: comunidade@brasemb.or.jp


Por Ed Wanderley,
com informações da agência AFP Paris


Fonte: Diario de Pernambuco

Em nota, PCdoB defende mais mulheres nos postos de poder

· 0 comentários

Neste 8 de março, Dia Internacional das Mulheres, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) lança nota em que defende a superação da subestimação da presença das mulheres em postos de poder. O partido aidna afirma estar junto às mulheres pela valorização do trabalho e pela real implentação da Leia Maria da Penha. Proporcionalmente o partido tem hoje a maior bancada feminina na Câmara dos Deputados.


Leia abaixo a íntegra da nota:


Mensagem do PCdoB sobre o 8 de Março
Dia Internacional da Mulher

O PCdoB, neste 8 de março, saúda as mulheres brasileiras ao mesmo tempo que se soma as comemorações desta data, que tem sido uma marca na luta das mulheres, do Brasil e do mundo inteiro, por sua emancipação.

Este é um momento significativo e emblemático para as mulheres brasileiras, quando o país, pela primeira vez na história, é presidido por uma mulher - a presidenta Dilma Rousseff . Elegemos a presidenta Dilma, que no poder, assume o compromisso de combate à pobreza e exorta as mulheres a assumirem seus destinos. A eleição de Dilma, mais que uma sinalização, ou resultado de nossa luta, pode representar a possibilidade concreta de avanços significativos nas políticas públicas de atenção às mulheres brasileiras.

A eleição de Dilma foi a vitória de um projeto político das forças políticas democráticas que depositaram suas esperanças na capacidade de uma mulher fazer avançar as transformações iniciadas no governo do ex-presidente Lula e, que também, aponta para a superação de preconceitos e discriminações. Um passado de lutas que culminou com a eleição de uma mulher de trajetória democrática para a Presidência da República, nos engrandece, mas não nos basta.

O PCdoB acredita que o protagonismo das mulheres contribuirá para o avanço das reformas democráticas, tão necessárias para impulsionar o projeto nacional de desenvolvimento que o país almeja.

O PCdoB acredita que há uma dialética a ser vivida e não mais apenas professada. Superar a subestimação da presença das mulheres em postos de poder, como condição para a construção de uma sociedade mais democrática, criando condições para que a mulher se realize enquanto sujeito emancipado.

O PCdoB estará junto às mulheres que vão às ruas pela valorização do trabalho, por creches, pela real implementação da Lei Maria da Penha, em defesa do SUS, em defesa do aborto como questão de saúde pública e da sua legalização, perseguindo sempre a efetivação das políticas sociais. As mulheres querem mais que atenção, mais que mobilidade social, querem, também, decidir e avançar acumulando forças para a conquista da sociedade socialista.

O PCdoB reconhece que a injusta discriminação das mulheres precisa ser superada e questiona a ordem estabelecida pela regência do capitalismo, do patriarcado e do autoritarismo. Por isso valoriza o processo democrático como fundamental à caminhada emancipadora das mulheres.


Viva o Dia Internacional da Mulher!
Viva a Luta das Mulheres!
São Paulo, março de 2011


Partido Comunista do Brasil - PCdoB


Reunião de Quadros

Agenda 65

Qual a sua avaliação sobre esses anos de gestão do PCdoB em Olinda?

Siga-nos Camaradas!

EXPEDIENTE

Sec.de Comunicação
Amanda Trindade
Textos
Núcleo de Jornalismo
Foto/Vídeo
Léo Lima/Comunicação
Webdesigner
Wellington Santos (HipHop)
Designer
Claudino Júnior

Melhor vizualização do blog

Firefox